quarta-feira, 22 de março de 2017

Panqueca de vegetais acebolados e "queijo" de mandioca!!!

Não sou propriamente um "gênio da culinária", minha praia é artesanato....
Mas como sou vegana, e ainda por cima com tempo bem curto, tenho que dar meus pulinhos....
Eu amo panquecas!!! E é uma coisa bem fácil, prática e rápida de fazer....

Depois de séculos longe do bloguinho, eu volto com receitinha delícia e bem fácil!!!

Tudo é feito meio que no olhômetro mesmo....

*MASSA DE PANQUECA*

1/4 de xícara de farinha de trigo
Uma pitada de sal
1 colherzinha de cebola em pó (não vivo sem!!!)
Um pouquinho de óleo (uso de girassol ou milho), ou azeite.

Coloca um pouquinho de água e vai mexendo até ficar cremosinho...textura de massa de panqueca mesmo.

*VEGETAIS ACEBOLADOS*

1/2 cebola média cortada em tirinhas, ou à gosto.
Vegetais de sua preferência (uso muito congelados...Nessa panqueca usei salada russa) - 1/2 xícara mais ou menos...
Pouquinho de sal e de shoyu.

*REQUEIJÃO DE MANDIOCA*

Mandioca cozida até quase derreter.
(600 g aprox, às vezes um pouco mais)
Água do cozimento
Sal
Azeite e creme vegetal ("margarina" sem ingredientes de origem animal)
Alho
Cebola
Cebola em pó
Polvilho azedo.

*Modo de preparo do requeijão*

A MANDIOCA DEVE ESTAR FRIA!!!

Depois da mandioca cozinhar até ficar bem molinha, meio derretida mesmo, levar ao liquidificador e cobrir com a água do cozimento.
Temperar com sal à gosto, um dentinho de alho, um pedaço pequeno de cebola, cebola em pó à gosto (não exagera!!! É só prá dar um saborzinho...Uma colher de sopa mais ou menos), azeite (nunca medi...Mas deve ir uns 2/3 de xícara aprox...), e o creme vegetal. ( Costumo colocar umas duas colheres de sopa beeem cheias)
      
Bater até virar um purê lisinho.
(Se o seu liquidificador não for "o poderoso", melhor fazer por partes, e depois misturar tudo...)

Levar à batedeira, ou usar um Mixer, e adicionar aos poucos ao purê, polvilho azedo.
Ir batendo, até ficar bem liso.

Vai ficar com cor de catupiry, e um pouco mais molinho.

(Não coloque muito polvilho...Senão não vai ficar tão bom...Para está quantidade, uma xícara aproximadamente...Vai adicionando e observando a consistência.)

Pronto.
Levar à geladeira...O requeijão fica muito melhor geladinho....

E é perfeito prá usar em pizzas, sanduíches, panquecas, como é o nosso caso...

*Modo de preparo e montagem da panqueca*

Numa frigideira anti-aderente, um fiozinho de óleo ou azeite em fogo bem baixinho, despeja a massinha, tampa e deixa fritando devagarinho....Isso é importante prá cozinhar bem a farinha!!!

Quando estiver douradinha, (só de um lado mesmo!!!) tire dá frigideira e reserve em um prato.

Na mesma frigideira, agora em fogo médio, coloque as tirinhas de cebola e vá mexendo prá irem fritando.
(Sem óleo....Já tem o suficiente da panqueca.)
Quando elas estiverem com uma corzinha, coloca sal e os vegetais.
(Não exagera na quantidade...Meia xícara mais ou menos prá uma panqueca é suficiente.)
Vá mexendo prá ir dourando tudo...Quando estiver quase pronto, coloca um pouco de shoyu....Mexe mais um pouquinho (à essas alturas tudo vai estar bem moreninho, parecendo cebola de bife (éca!) acebolado.
Está pronto.

Se for usar a mesma frigideira, (como eu...) lava e volta para o fogo baixinho...Coloca um fiozinho de óleo ou azeite novamente, e a panqueca com a parte douradinha virada prá cima.
Ela vai fritar agora do outro lado.
Distribui em cima os vegetais, e cobre com o requeijão, como se fosse catupiry na pizza, sabe???
Tampa, e deixa fritando no fogo mais baixinho possível.

O requeijão vai cozinhar e ficar com cor e textura semelhantes à muzzarela derretida...
Quando a panqueca estiver bem douradinha, dobra no meio como na foto, e deixa tampada por uns poucos minutos mais.

Está pronta!!!

Comidinha vegana super gostosa, fácil e rapidinha de fazer.
\O/
E nenhum animal teve que sofrer ou morrer prá isso!!!

Bom apetite!!!

Que a compaixão supere o seu paladar.
_/\_

Grata sempre pelas visitas!!!

Eu sumo de vez em quando, mas eu sempre volto, tá?!?!?!
*Ü*

Boa noite.
Sonhos doces....E que se realizem!!!

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

26 anos!!!!

Agosto foi mês de comemorar a escolha do meu ofício!!!
Há 26 anos atrás eu vendi o primeiro par de sapatinhos!!!
Foi em uma loja da Rua Teodoro Sampaio, em Pinheiros, São Paulo...eu não guardei o nome, era muito jovem e não imaginei que um dia pudesse ser tão importante, não me dei conta que naquele momento havia acontecido o primeiro dia de trabalho do resto da minha vida!!!
Foi minha avó quem me ensinou os primeiros pontos, e foi ela também quem visitou a loja e ofereceu meus sapatinhos...diante do interesse da proprietária, uma japonesa sorridente e de rosto bem redondinho, fui até lá e saí orgulhosa de mim mesma, com a primeira venda concretizada!!!
  
Nunca mais parei.
   
Aprendi a fazer várias outras técnicas ao longo do tempo, e embora seja este o meu trabalho, eu nunca terei absoluta certeza se estou trabalhando ou me divertindo...ainda que eu passe todos os dias da minha vida entre as cores que eu amo tanto tentando descobrir!!!

Acho que já disse antes, mas nunca será demais agradecer à vida a oportunidade de pela segunda vez escolher o que eu gostaria de fazer, poder ter descoberto o que era, ter aprendido, ter decidido e conseguido viver do meu trabalho como eu desejei.

É um privilégio!!!

Acumulei nestes 26 anos um patrimônio incalculável de sorrisos, amigos, carinho, prazer, reconhecimento, e a imensa satisfação de saber que a minha arte esteve e está presente nas histórias de vida de um sem número de pessoas!!!

Isso é tão precioso...

Quero deixar registrada minha alegria e gratidão por tudo isso,  agradecer não somente à vida, mas à cada pessoa que permitiu que eu pudesse viver da minha arte!!!
Todos estarão sempre no meu coração, e à cada um eu desejo o melhor!!!
Gratidão sem medidas!!!
_/\_

O modelo de sapatinho que escolhi prá marcar a data é especial.
Ganhei de presente a receitinha dele da amada Dona Zely, grande artista e mestra do tricô que me deu essa preciosidade.
Não tenho palavras para descrever o quanto gosto dela, o quanto admiro o seu trabalho, e o quanto fiquei feliz com o presente valioso!!!

A partir da receita original, criei outras variações, e quem sabe mais quantas vão sair da minha cabecinha doida que não para....

Essa postagem é toda sobre gratidão, trabalho, conquistas, felicidade....

Desejo que cada pessoa possa igualmente descobrir e escolher seguir pela vida fazendo aquilo que ama, e que colha os frutos doces da sua escolha!!!

Grata sempre pelas visitas e pelo carinho!!!
=^.^=

   
    

domingo, 29 de maio de 2016

Botinha!!! Porque o frio finalmente chegou!!!

Eu amo o outono, e amo (muito) o frio!!!
Então estou amando esses dias cinzentos e esse frio gostoso que demoraram a chegar, e que ficam perfeitos com lã quentinha, cores e carinho...

Olha essa botinha!!!
Acabei de fazer agorinha, e ela tornou meu domingo tão mais doce...
                   ♡♡♡♡♡♡♡

Qual será a história que a dona dela
vai contar aqui no planetinha???

Sempre penso nisso....cada nova vidinha traz consigo todas as possibilidades, e desejo que as histórias sejam sempre bonitas e felizes!!!

Grata pelas visitas e pelo carinho comigo, e com meu trabalho!

Linda semana, que seja alegre e produtiva!!!
=^.^=

sexta-feira, 27 de maio de 2016

Os "Preferidinhos"!!!

Eu poderia negar...mas não estaria dizendo a verdade....

Por mais que eu ache todos os sapatinhos lindinhos, (óbvio, se achasse feios não os faria...), sempre tem aqueles que eu gosto mais...que eu acho mais bonitos!!!

São esses que eu vim mostrar, os meus "preferidinhos" de hoje!!!
♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡

Aproveito para agradecer sempre as visitas, tanto aqui no blog quanto as feitas pessoalmente, lá na "sapataria".
O carinho comigo e com meu trabalho me enriquece enormemente, e faz cada dia e cada pontinho valer muito a pena!!!
Obrigada.

Dias doces e melhores prá sempre!!!
=^.^=

domingo, 15 de maio de 2016

Tira de novo a poeira de tudo!!!

Dessa vez não teve motivo relevante, nem justificativa que me desculpe.

Só perdi mesmo, por todo esse tempo, a vontade de tocar o blog.

Indelicadeza com quem me acompanha?
Certamente, e lamento por isso, muito, e sinceramente...
Mas por outro lado, eu não queria ficar vindo aqui "me arrastando", por obrigação e sem vontade.

Eu NUNCA soube viver assim, desde que me conheço...e não tenho a menor pretensão de aprender.

Neste domingo - dia menos preferido da semana, digamos assim - tava administrando meu tédio e lembrei do meu amigo guarda vidas, dos anos em que vendi minha arte na Praia do Sonho, e que entre risadas e espantos trocávamos as histórias estranhas que nos aconteciam.
Sempre falávamos em um dia desses, escrever as "memórias das coisas estranhas que ouvimos".

Lembrei da minha "pequena sapataria" na rua...

Uma coisa leva à outra, senti falta daqui, do meu espacinho que também conta a minha história, e onde posso escrever como e quanto quiser.

Pronto!
Voltei!!!

E vou sempre vir aqui contar e mostrar as minhas coisas...sempre que sentir vontade!!!

Quando estava no Samu, costumava registrar os "Fragmentos do Plantão".

Agora vai ter:
"Coisas que me acontecem enquanto vendo minha arte na rua".

(Ufa!!! Faltou ar prá ler o título "curtinho" inteiro...)
=P

Quero deixar claro que a idéia é só compartilhar as coisas que me chamam a atenção...a maioria me diverte, outras nem tanto.
Algumas realmente me aborrecem.
Uma ou duas consegue me deixar furiosa!

Mas a intenção não é ser desagradável ou deselegante com ninguém.
Só isso mesmo, contar...mostrar como eu vejo e recebo o que me é dito, ou feito.

De preferência com uma dose de humor sempre que possível.

Espero não aborrecer, magoar ou ofender ninguém.

A vida fica mais fácil se a gente se diverte, sabe...

Enfim....

De tudo de bizarro que já me disseram nesses anos todos, uma velhinha vai sempre ocupar o topo da lista!

(Espero sinceramente que nunca seja superada...)
O.o

Estava eu sentada numa bela manhã ensolarada fazendo meus sapatinhos como sempre....para uma velhinha piquititinha na minha frente, e me olha em silêncio por alguns instantes...séria.
Estou acostumada com sorrisos...

Desejo "bom dia"
(Desejo de verdade, sempre, prá todo mundo!!!)
Sem retribuir, ela pergunta na "lata":

- Você é deficiente visual?
-Não...
O.o

Ela solta de novo na mesma velocidade:

- Você é "aleijadinha"???

O.O
Oi?????
Aí judiou...deficiente visual foi  até "bonitinho", mas "aleijadinha"?!?!?!?!
Fiquei meio chocada e respondi de novo:

-Não.

Ela deu uma olhada mais nos sapatinhos e foi embora sem dizer mais nada.
Sem nenhum sorriso, como chegou.

Também não comprou nada...
=P

"Em todos esses anos nessa indústria vital" foi sem dúvida a coisa mais esquisita que já me aconteceu...
O.o
Fiquei imaginando porque ela teria pensado aquilo.

Acho que é porque não olho mais para as minhas mãos enquanto faço os sapatinhos (décadas de prática...) e porque fico sentada em posição de lótus....só pode ter sido isso...ou não, vai saber o que acontece na cabeça das pessoas....

Só sei que fiquei "passada" um bom tempo....acabei dando risada...porque no fim das contas foi mesmo engraçado...eu acho...

Nunca mais a vi...devia ser de outro lugar, fosse daqui certamente me conheceria, depois de tantos anos que eu fico na calçada, sempre no mesmo lugar, sempre do mesmo jeito....todo mundo que anda pelo centro me conhece.
Sei lá...

Tem obviamente  (e isso sim, maioria absoluta!!!) as demonstrações de carinho e reconhecimento, as pessoas e seus gestos que me encantam, que me enriquecem, que fazem meus dias felizes, que sustentam e justificam a decisão de vender na rua a minha arte, muitos tornaram-se amigos muito queridos, e eu vou contar também...

Foi bom voltar aqui.
Tem tanta coisa nova prá mostrar, modelos novos, projetos esperando prá sair da minha cabecinha doida...

Eu volto.

Bom domingo, que seja como cada um deseja.

Grata pela visita, e pela eventual paciência de ler tuuuuudo isso!
É que eu tenho a mesma paixão pelas letras, que tenho pelas cores!!!

Beijo, até mais.
=^.^=